Conversa difíceis… mas possíveis

6 de setembro, 2015 - POR Andre Moura
Bebês conversando

Conversas difíceis mas possíveis

Nossas conversas são sempre uma forma de moldar o mundo em que vivemos e que enxergamos.(*)

Do que escolhemos falar? Como escolhemos olhar e descrever o que quer que seja? E como comunicamos o que queremos de forma a fazer as coisas acontecerem?
Tudo isso cria a realidade que experimentamos.

O ponto é que muitas dessas conversas não são fáceis, tocam em assuntos delicados, mexem com sentimentos difíceis de lidar, e podem provocar efeitos não desejados. Quem de nós já não teve conversas que sabia que eram importantes, mas que evitava a qualquer custo? E quem já não se viu perdendo o controle no meio de uma conversa? Quem já não teve conversas que causaram mais mágoa e dano do que resolveram qualquer coisa?

Algumas conversas podem ser tão difíceis, que as pessoas desistem delas. Elas podem dar a desculpa, a fim de apaziguar o conflito interno, de que tais conversas não são possíveis.

Não pretendemos dizer aqui que conhecemos todas as histórias. E devem haver casos em que isso não é uma desculpa, é verdade.

Mas e se essas conversas forem aquelas que, sim, vão mudar o seu mundo, vão fazer a vida caminhar?

cadeiras vazias

O palco está pronto. Venha sentar e conversar.

Achamos que vale a pena conversar sobre isso. Por isso criamos este espaço onde queremos falar sobre conversas difíceis, sobre conversas importantes e sobre conversas possíveis. Quem sabe não ajudamos a mudar o mundo?

Esperamos vê-los por aqui e queremos deixar um pedido. Nós queremos ouvir sua voz. Do que você gostaria de falar? Quais questões você tem? Como podemos contribuir para ajudá-lo(a) a lidar com as conversas difíceis da vida? Para que esse canal se construa forte, sua contribuição é muito importante. Por isso, deixe seu comentário. Nós agradecemos.

(*) Parece exagerado?
Sabe que temos companhia nesse pensamento…
Existe uma filosofia, base para uma linha de coach que conhecemos e utilizamos, chamada Ontologia da Linguagem. “Ontologia”, uma palavra estranha, significa o estudo do ser, ou o estudo da essência. Segundo essa filosofia, a essência da linguagem é criação! Ela diz que o homem é um ser formado pela linguagem, sua essência tem a ver com como se comunica, como enxerga e descreve o mundo, e como o constrói através de sua linguagem. Daí o poder das conversas.

Fields marked with an * are required